17.4.08

ilusão

espia só este universo que eu guardo em mim e teus olhos ficarão sobressaltados. eu alimento fantasias demais pro teu humor de eterna terça-feira. até meus fantasmas se assustam com minha altercação: metade de mim, domingo ensolarado. a outra parte, escuridão. macedônias de vozes alteradas sussuram gritos intermináveis aos meus ouvidos de ilimitada rouquidão. e tudo me cansa em demasia. até a preguiça matutina do amor. não, não quero ser compreendida. sou rebuscada em causa própria.

meu medo, meu bem, é que me entendas.

;)

3 comentarios:

Adauto dijo...

"Decifra-me ou te devoro" - já dizia a esfinge...

Anónimo dijo...

Não tema!

Juliana Marques dijo...

Que delícia achar q existe alguém que sabe tanto de si que seja capaz de criar alegorias como esconderijo...