9.7.10

eleições 2010

por motivos que já contei aqui, este ano transferi meu título de eleitora para o distrito federal. independente disso, em 2010 a gente pode votar para presidenta mesmo fora do estado de origem.

ainda estou analisando meus candidatos distritais e assim que eu tiver isso definido vou publicar no blog, como costumo fazer a cada eleição. mas bem, o que eu realmente quero dizer é que para a presidência da república eu já fechei meu voto.

quero uma mulher no comando do país e essa mulher é dilma rousseff! a campanha começou esta semana e daqui para frente o debate eleitoral só vai esquentar tanto na internet quanto nas ruas. e eu realmente espero que a gente tenha uma discusssão elevada, como o brasileiro merece.

4 comentarios:

O Matuto dijo...

No DF as coisas estão feias em termos de escolha...o paço sofre até hoje não só pelo Arruda, mas também por toda escola Joaquim Roriz que é um cara de pau com certificado de Doutor! Falando nisso...o que Roriz está tramando nessa campanha?
abs

Anna K. Lacerda dijo...

dona dilma, seu zé, dona marina. preferia vê-los cantando e dançando no palanque. seria uma boa forma para ver quem tem mais jogo de cintura.

mas em brincadeira de gente grande metáfora não entra na roda.

Anna K. Lacerda dijo...

A época é propícia ao 'tête-à-tête' em todos os cantos do nosso Brasil, em todas as esquinas, em todos os lares... E nas retas da Capital Federal, nosso Distrito que abriga as paredes da candidata à presidência, a senhora Dilma Rousseff.
No fluxo desse raciocínio sigo na crença que Política é um ato de amor. Amor ao próximo e a quem está separado por fronteiras geográficas. Do micro para o macro. Do cidadão para a nação. Da individualidade para a coletivo. O bom resultado é o esforço de todos para todos.
A mulher simboliza bem esse ideal, se Dilma for eleita espero que teoria e prática se fundem, espalhem 'concretos' nos sonhos das gentes e semeiem suor para que nosso país abra os braços em abraços.

Marcio Nicolau dijo...

Subscrevo o comentário de Anna K. Lacerda.