6.10.10

.
.
.

tenuíssimos

eu e tu, agora,
somos o enquanto.
estamos tanto
dentro
quanto
fora.
tu e eu, agora,
somos dúvidas.
cálidas.
tênues.
indivisíveis.

.
.
.

4 comentarios:

Maria Cláudia Cabral dijo...

sutil,
gentil,
cálido poema.

cálida poeta.
(MC)

Lindo, lindo, Nanda, como sempre! Sua fã!Quando crescer, vou ser como você.

vinicius dijo...

Este vai estar no livro, né? ;) Muito, muito bom!

Estrangeira dijo...

Sutil. =)

valeria soares dijo...

Belo e sutil: perfeito!