14.5.07

inda bem, o amor
.
mesmo com tudo tão instantâneo,
rumo ao frenético consumo desenfreado,
o amor continua extemporâneo,
patético e sempre por ser saldado.

(você até encontra na feira,
mas passeando, dando bobeira.
inda bem! o amor descansa
bem longe da prateleira!)

2 comentarios:

licor de letras dijo...

inda bem que
te leio
palavras
de cores lindas.

JC dijo...

contrário da lógica
do mundo contemporâneo
- inda bem -
quem mais dá mais tem
sou eterno endividado...

enamorado
desarmado
apaixonado
por ti