14.1.09

nos teus embalos

pelas manhãs
ainda adormecidas
teu corpo me presenteia
com aroma de flores carameladas
denso sobre os lençóis.
eu me viro arrastada
pela cama até encontrar
tuas costas mansamente
quentes. tua nuca adocicada
salpica noz moscada
na minha boca. nua, escorrego
minhas mãos no teu silêncio
de plena paz e liberto
os palpites do meu peito em
suspiros entremundos
até recair sempre
novamente nos
sonhos embalados
de te amar.

3 comentarios:

Cínthya Verri dijo...

aaaaah
coisa boa
mais melhor do mundo

Fer Poletto dijo...

Quero estar nessa cama salpicada.

Rafa dijo...

Caramba Nanda, achei mto legal, é teu?
Hj dpois d t ver rápido no almoço resolvi vir aqui pra tentar matar um pouquinho + da saudad!
Vamos combinar um almoço qlqr hr dessas!

Saudads
Rafa