19.2.10

saudade curta

eu sinto falta das tuas palavras com tato.
o movimento jeitoso dos teus dedos
ao embalar meus não-pensamentos.
tenho saudade da maciez da voz,
da crueza dos corpos e do olhar de imã.
faz falta teu fino trato para trazer som aos silêncios,
romper o cansaço e diluir o amargor das rotinas.
eu dançaria de novo nua contigo no meio da rua.
e pintaria teu corpo pelo menos mais uma vez.
às vezes, quase te escrevo pedindo que volte.
mas refuto quando vasculho as memórias
com um pouquinho mais de rigor:
teu amor carece de brio.
tu tens a coragem mais curta que meus cabelos
e tua paixão está sempre por um fio..

1 comentario:

Maria Cláudia Cabral dijo...

Querida Nanda,
Você tem a incrível capacidade de dizer o que sinto lindamente. Nesse post materializou o que sinto por aquele de quem sinto falta, mas que sei não está pronto para o compartilhar de uma relação a dois.

Obrigada pelo texto, sem saber você me presenteou. Vou reproduzi-lo no Blog, com crédito a autora, claro! Você se incomoda?

P.S. Não posso me chamar poeta depois que leio o que vc escreve.